domingo, 23 de fevereiro de 2014

O Julgamento, ou O Juízo

A lâmina 20 do Tarô nos traz o desafio de olhar para trás com compreensão, perceber o presente com concentração e preparar o futuro com consciência.
Tarô Mitológico
www.oficinadaalma.com.br/taro/galeria/

Essa é a carta dos resultados, das respostas. Se viemos caminhando com consciência,assumindo nosso destino e nossa responsabilidade, então não enfrentaremos um "Julgamento", um castigo, mesmo que o resultado não seja exatamente o que idealizamos. Será uma colheita que vamos reconhecer.

Por outro lado, se não temos consciência de nossas motivações internas, se delegamos decisões, ou simplesmente vivemos no "automático", ficaremos deslocados e surpresos com os resultados obtidos, tendo como um julgamento no sentido amplamente conhecido: seremos réus à mercê de um juíz caprichoso que distribui sentenças aleatórias.

Passaremos inúmeras vezes pelo arcano O Julgamento ao longo da vida, mas a cada encontro temos que chegar mais despertos, tirando o melhor proveito dos resultados obtidos, assim estaremos evoluindo.

Gosto de compreender essa carta "O Juízo", onde nossa mente fica clara e ficamos mais sábios com os resultados de cada ato, refinando nossa postura.

Estamos acostumados a aceitar, obedecer e buscar um padrão, mas assim chegamos aos resultados programados pelo meio, não aos resultados que almejamos.

Se por repetidas vezes a colheita não nos alimenta é hora de redirecionar, renascer de nossas profundezas.

O Juízo, ao trazer resultados, também prepara o novo ciclo - a nova era - e nos convida a renascer com uma consciência evoluída.

Tarô Mitológico
www.oficinadaalma.com.br/taro/galeria/
No Tarô de Marcelha o anjo do juízo final convoca os mortos para o acerto de contas. Na nossa vida o barulho das nossas insatisfações acordam nossos monstros adormecidos para mudar o percurso seguro que seguimos em busca de futuras colheitas de acordo com nossas necessidades internas.

Quem nos julga aqui somos nós mesmos, nossas ações confrontadas com os resultados obtidos.

Ao vivenciarmos O Juízo é hora de brindar vitórias, acolher e entender resultados inesperados e fechar um ciclo com sabedoria e evolução, avaliando ações para abrir o novo caminho com mais recursos e poder de decisão.

Nenhum comentário:

Postar um comentário